Regulamento Bienais

A Diretoria da Confederação Brasileira de Fotografia, no exercício de suas prerrogativas estatutárias e atendendo ao que estabelece o item I do artigo 27 de seu Estatuto Social, decidiu, em reunião realizada em 27 de maio de 2021, aprovar, a                partir desta data, o Regulamento Geral das Bienais da Confederação Brasileira de Fotografia.

 

Regulamento Bienais
                                                                                                                                                                                                                                                                                                            DOC 015-2021 B

 Artigo - São as seguintes as Bienais promovidas pela Confederação Brasileira de Fotografia:

  1. 1.Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco;
  2. 2.Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Cores e
  3. 3.Bienal de Natureza (Cores / Preto e Branco);

 

Artigo 2º - Todas as Bienais mencionadas no artigo anterior estão sujeitas às normas previstas neste regulamento e, na falta de disposição específica, às determinações da Diretoria da Confederação Brasileira de Fotografia;

Artigo - Somente poderão participar nas Bienais mencionadas no Artigo os associados dos fotoclubes devidamente inscritos na Confederação Brasileira de Fotografia, com suas obrigações sociais regularizadas e atualizadas;

Parágrafo Único: A Confederação Brasileira de Fotografia deverá fornecer a lista de fotoclubes aptos a participar da Bienal até 30 (trinta) dias antes do encerramento das inscrições.

 

Artigo 4º - A Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco será realizada nos anos pares e a Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Cores será realizada nos anos ímpares;

Artigo 5º - A Bienal de Natureza poderá ser realizada juntamente com a Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Cores, ou por qualquer outro fotoclube interessado, desde que previamente autorizado pela Diretoria;

Artigo - Na falta de interessados para organizar as Bienais previstas no Artigo 1º, elas poderão ser organizadas pela própria Confederação Brasileira de Fotografia, a critério de sua Diretoria;

Artigo 7º - As Bienais promovidas pela Confederação Brasileira de Fotografia serão organizadas pelos fotoclubes, que farão as propostas à Diretoria da Confederação Brasileira de Fotografia. Nestes casos, o interessado deverá formular um requerimento apresentando e detalhando o evento à Diretoria da Confederação Brasileira de Fotografia até 30 de junho do ano anterior à realização do evento, tendo a Diretoria o prazo máximo de 30 dias para resposta.

Parágrafo 1º - A CONFOTO disponibilizará um formulário para receber as propostas dos fotoclubes candidatos;

 

Parágrafo 2º - Caso dois ou mais membros da Confederação Brasileira de Fotografia, venham requerer a organização de uma Bienal de Arte Fotográfica, cabe à Diretoria da CONFOTO a decisão de qual clube organizará o evento;


Parágrafo 3º - Após receber a aprovação da Diretoria para preparar, organizar, apresentar e custear uma Bienal, o fotoclube será denominado fotoclube organizador;

 

Artigo O fotoclube organizador enviará, então, um breve relato descrevendo os principais tópicos da programação principal e paralela que ocorrerão durante a Bienal;

Parágrafo Único - O fotoclube organizador receberá da Confederação Brasileira de Fotografia a plataforma web de inscrição e julgamento;

 

Artigo 9º - A Diretoria da Confederação Brasileira de Fotografia nomeará um “Diretor da Bienal” que, sempre a ela subordinado, centralizará todo o relacionamento com o fotoclube organizador;

Artigo 10º - As obras fotográficas não estarão sujeitas a qualquer tipo de critério, tema, assunto ou técnica adotada, com exceção da Bienal Natureza, conforme Parágrafo 2º deste artigo, sendo garantida ao autor a mais ampla liberdade de criação, inclusive tratamento e montagens, nos limites das determinações previstas neste regulamento;

Parágrafo 1º - Definição de uma fotografia preto e branco: um trabalho em preto e branco que se encaixa desde o cinza muito escuro (preto) ao cinza muito claro (branco) é um trabalho monocromático em vários tons de cinza. Um trabalho em preto e branco enfraquecido inteiramente em uma única cor permanecerá um trabalho monocromático capaz de ficar na categoria preto e branco. Por outro lado, um trabalho preto e branco modificado por uma tonalidade parcial ou pela adição de uma cor torna- se um trabalho de cor (policromo) para ficar na categoria de cor.

 

Parágrafo 2º - Definição de Natureza: A fotografia da natureza é restrita ao uso do processo fotográfico para descrever todos os ramos da história natural, de tal forma que uma pessoa bem-informada será capaz de identificar o material do assunto e certificar sua apresentação honesta.

Em “Natureza” são aceitas apenas fotos que tratem do mundo natural, sem a presença humana ou de suas evidências representadas por estradas, cercas, ancoradouros, redes elétricas, edificações ou quaisquer outros elementos característicos. Desta forma, também não serão aceitos registros realizados em zoológicos, aquários, jardins botânicos, centros de recuperação, criadouros e quaisquer outras localidades onde os animais dependam exclusivamente da ação humana para se alimentar. Em Natureza são permitidos empilhamentos e técnicas de HDR. Portanto, são elegíveis, as fotos realizadas em qualquer localidade do mundo, sendo: fauna livre, flora nativa de cada localidade, paisagens naturais sem presença ou interferência humana, fotografia astronômica, macro fotografia, fotografia subaquática e fenômenos naturais.

 

 

Artigo 11º - Em cada uma das Bienais da Confederação Brasileira de Fotografia, cada autor poderá participar com um máximo de 4 (quatro) fotografias e cada fotoclube com quantos autores quiser;


Parágrafo 1º - Será cobrado uma taxa de inscrição de cada autor, cujo valor será estabelecido pelo fotoclube organizador em comum acordo com a Diretoria da CONFOTO.

 

Parágrafo - Do total arrecadado com essas taxas, o fotoclube organizador destinará 15% à CONFOTO, sendo um mínimo de R$450,00.

Artigo 12º - Cada autor somente poderá concorrer por um único fotoclube;

Artigo 13º - Somente serão admitidas inscrições de fotografias que não tenham sido premiadas ou aceitas em qualquer outra Bienal organizada pela CONFOTO, independentemente do título atribuído à imagem;

Parágrafo Único: Também não serão aceitas inscrições nas bienais Preto e Branco de fotografias que tenham participado de bienal a Cores, ou vice-versa.

Artigo 14º- Somente serão admitidas as obras produzidas por procedimentos essencialmente fotográficos, cujas imagens tenham sido captadas por meio de emulsões fotográficas ou de modo digital;

Artigo 15º Todas as fotografias devem ser carregadas ou submetidas em formato digital com:

  • tamanho inferior a 3000x2000 pixels para fotos horizontais
  • tamanho inferior a 2000 pixels para fotos verticais e quadradas
  • 300 dpi em arquivo jpg
  • espaço de cor sRGB
  • tamanho máximo do arquivo de 4 Mb

 

Artigo 16º - O número de obras aceitas a serem expostas nas Bienais será sugerido pelo fotoclube organizador à Confederação Brasileira de Fotografia e caberá a esta determiná-lo, de acordo com seu critério exclusivo, em função do espaço disponível para a exposição, ficando estabelecido o mínimo de (8) oito por cento e o máximo (25) vinte e cinco do total de obras recebidas;

Artigo 17º - A proposta para inscrição nas Bienais será feita através do site da Bienal ou plataforma web;

Artigo 18º - Todas as obras regularmente inscritas serão apreciadas e avaliadas pelos jurados, sendo que as obras “Não Aceitas” terão seus arquivos apagados no encerramento da Bienal;

Artigo 19º - O Júri será composto somente por membros com conhecimento da fotografia nacional e internacional, desde que não estejam ligados ou mantenham elo com qualquer um dos fotoclubes filiados à CONFOTO, num período de 2 anos;

Parágrafo - O Júri será formado de 3 (três) ou 5 (cinco) membros, cujos nomes serão indicados pela CONFOTO, em comum acordo com o fotoclube organizador.

 

Parágrafo 2º - O fotoclube organizador deverá indicar um jurado reserva para eventual substituição de um dos jurados titulares;


Artigo 20º - As datas, os horários e os locais para o julgamento serão estabelecidos entre o fotoclube organizador e o Diretor da Bienal;

 

Artigo 21º - Serão realizadas duas fases para o julgamento de todas as fotografias. A primeira fase será realizada pela plataforma web de forma remota quando serão selecionadas as fotografias aceitas. Na segunda fase, que poderá ser presencial ou pela plataforma Web, a comissão escolherá as 20 fotografias premiadas dentre as fotos aceitas, sendo três medalhas e 17 menções honrosas.

Parágrafo único: será premiada até duas fotografias por autor.

Artigo 22º - As obras serão julgadas uma a uma, recebendo a pontuação que lhe for atribuída por cada jurado. Essa pontuação obedecerá à ordem crescente de qualidade, variável de 1 (um) a 9 (nove) pontos”;

Parágrafo - Os jurados terão a mais ampla liberdade para pontuar cada uma das obras apresentadas para o julgamento e, para todos os efeitos, não estarão obrigados a justificar ou sustentar sua avaliação;

Parágrafo 2º – Os jurados não poderão, durante a primeira fase, se comunicar entre si, emitindo opiniões ou conceitos sobre as obras examinadas;

 

Artigo 23º - Após o evento de premiação, realizado pelo Fotoclube organizador, o Diretor da Bienal publicará um documento que deverá conter:

  1. 1.Relação das obras aceitas, com o título de cada uma das fotografias e o nome de seus autores e o nome do fotoclube ao qual o autor está vinculado;
  2. 2.Relação das obras premiadas, com o título de cada uma das fotografias e o nome de seus autores e o nome do fotoclube ao qual o autor está vinculado;
  3. 3.A classificação dos fotoclubes, de acordo com o total da pontuação alcançada pelos autores a eles vinculados, seguindo a seguinte pontuação:
  • Medalha Ouro - 10 pontos
  • Medalha Prata - 8 pontos
  • Medalha Bronze - 6 pontos
  • Menção Honrosa - 3 pontos
  • Fotos Aceitas - 1 ponto

 

Artigo 24º - O catálogo digital da Bienal, em PDF, bem como reproduções digitais, em baixa resolução, das fotos Aceitas e Premiadas da Bienal, devidamente identificadas, deverão ser enviadas pelo Fotoclube organizador, para o Diretor da Bienal para serem publicadas no site da Confederação Brasileira de Fotografia;

Artigo 25º - As decisões dos jurados são soberanas, definitivas e irrecorríveis, não cabendo qualquer impugnação ou recurso;

 

Artigo 26º - Serão outorgadas pela CONFOTO as Medalhas Ouro, Prata e Bronze para os respectivos autores classificados em 1º, e lugares.


Parágrafo Único - A Confederação Brasileira de Fotografia concederá para os classificados do 4º ao 20º lugar Certificado de Menção Honrosa, e para as obras Aceitas, Certificado de Aceitação;

 

 

 

Artigo 27º - O fotoclube organizador premiará os três primeiros fotoclubes classificados com os seguintes troféus:

 

  1. 1.Troféu Eduardo Salvatore, (fundador da Confederação Brasileira de Fotografia) ao fotoclube que tiver obtido o maior número de pontos na soma das obras de seus associados;
  2. 2.Troféu Hercules Florence, ao fotoclube que tiver obtido o segundo maior número de pontos na soma das obras de seus associados;
  3. 3.Troféu Abade Louis Compte, ao fotoclube que tiver obtido o terceiro maior número de pontos na soma das obras de seus associados;

 

 

 

Artigo 28º - O fotoclube organizador fica responsável a produzir um Catálogo Oficial da Bienal, em formato, preferencialmente impresso, podendo ser digital.

 

Artigo 29º – Encerrada a Bienal, caso haja obras impressas, elas ficarão à disposição de seus autores por um período de 30 dias, e, após esse prazo, as mesmas deverão ser destruídas, podendo antes, participar de outras exposições.

 


Parágrafo Único - Caso haja solicitação de outros fotoclubes/entidades      culturais para expor as fotografias, elas serão "emprestadas" para o fotoclube/entidade no período máximo de 3 meses. Depois serão disponibilizadas para envio aos seus respectivos fotoclubes mediante pagamento de Sedex/PAC.

 

Artigo 30º - “Os autores, ao inscreverem suas obras para participar das Bienais da CONFOTO – Confederação Brasileira de Fotografia, autorizam expressamente e de forma gratuita à esta instituição e aos organizadores, a publicarem as obras fotográficas tão somente no catálogo da Bienal e em redes sociais a fim de divulgação da mesma e seu registro. Não se presume o uso para fins comercias e para outras mídias. Caso haja interesse entre as partes, as mesmas deverão acordar condições específicas para futura cessão, já que não tem previsão no presente regulamento”.

 

Artigo 31º - Todo autor ao inscrever sua obra para participar de quaisquer das Bienais da Confederação Brasileira de Fotografia, assume, particular, pessoal e exclusivamente, toda e qualquer responsabilidade, civil e/ou criminal, relacionada com pessoas, animais e/ou objetos retratados nessa obra, decorrentes da concepção, criação ou divulgação da imagem inscrita, excluindo de tais responsabilidades a Confederação Brasileira de Fotografia, seus diretores, suas associações-filiadas, associação-organizadora, patrocinadores e qualquer órgão de imprensa, na divulgação vinculada à promoção das Bienais.

 

 

 

São Paulo, 27 de maio de 2021

Presidente – Carlos André Tarrio Gandara

 

Diretor de Fotografia – Paulo Eduardo Guerra

 

Diretor de Relações Públicas – Sylvia Cury

 

Diretor Administrativo – Clovis Artur Marchesin

 

 

 

Copyright