Foto Clube Reis do Click

Data da fundação: 21/agosto/2015



Diretoria:
PRESIDENTE – Kleber Filhinho - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
DIRETOR DE FOTOGRAFIA – Anderson Rogério Guimarães - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
DIRETOR TESOUREIRO – Cindy Mikoda Kido - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

CONSELHO FISCAL
Rogério Leme - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
André Shiraga - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


OBJETIVOS E FINALIDADES


O Fotoclube REIS DO CLICK foi criado com o objetivo de reunir um grupo seleto de fotógrafos
da nossa cidade, comprometidos em trocar know-how e crescimento mútuo. Com a finalidade
de usar nossos conhecimentos e habilidades na profissão, para beneficiar nossa comunidade
através de workshops, palestras, exposições e trabalhos beneficientes.

 

HISTÓRIA E BELEZAS TURÍSTICAS DE PIRACICABA


Piracicaba - Em Tupi-Guarani: lugar onde o peixe pára.


Para o nosso povo: lugar ideal para se viver


Em 1766, o capitão-general de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão,
encarregou Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. No
entanto, o capitão povoador optou pelo local onde já se haviam fixados alguns posseiros e
onde habitavam os índios Paiaguás, à margem direita do salto, a 90 quilômetros da foz, no
lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que
desciam o rio Tiête e daria retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do
território do Paraguai


Oficialmente, o povoado de Piracicaba, termo da Vila de Itu, foi fundado em 1o. de agosto de
1767, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Em 1774, a povoação constitui-se
freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes, desvinculando-se de Itu em 21 de
junho.
Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde
os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos
fazendeiros, ocasionando a disputa de terras. Em 29 de novembro de 1821, Piracicaba foi
elevada à categoria de vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à
promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano.


A partir de 1836, houve um importante período de expansão. Não havia lote de terra
desocupado e predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, os campos
eram cobertos pelas plantações de arroz, feijão e milho, de algodão e fumo, mais pastagens
para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor.


Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de cidade. Em 1877,
por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do
Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, "o mais certo, o correto e
como era conhecida popularmente".


Nossas belezas turísticas:
Engenho Central - Foi fundado em 1881 pelo barão Estevão Ribeiro de Rezende, com o
objetivo de substituir o trabalho escravo pelo assalariado e pela mecanização. Devido às
dificuldades de manutenção das máquinas importadas, o engenho foi vendido em 1899 à
Societé Sucrérie Brèsiliennes, transformando-se no mais importante do país, com uma
produção anual de 100 mil sacas de açúcar e três milhões de litros de álcool, incorporando-se a
outras seis usinas. Foi desativado em 1974 e reconhecido como patrimônio histórico.
Desapropriado pela Prefeitura, passou a ocupar importante espaço cultural, artístico e
recreativo. Sua área verde é de 80 mil metros quadrados e a área construída ocupa 12 mil
metros quadrados.


Parque da Rua do Porto - Um dos novos parques da cidade. Ocupa uma área verde de 200 mil
metros quadrados, com lago, pistas para exercícios físicos e parques infantis. É onde são
realizados campeonatos de pesca, balonismo, canoagem e shows artísticos. Concentra restaurantes e lanchonetes, constituindo ponto-de-encontro da população e turistas.

 

Copyright