FOTOCLUBE ARIÚS

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

E-mail:   Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Sede: Campina Grande – PB

Data fundação: 10/maio/2012


Sobre o fotoclube

"Ariús" era como chamavam o grupo indígena responsável pelo aldeamento da cidade de Campina Grande/PB. Com o mesmo espírito pioneiro da tribo, um grupo de fotógrafos da cidade, interessados na divulgação da arte fotográfica, decidiu constituir uma associação civil sem fins lucrativos, denominada “Fotoclube Ariús”. O fotoclube tem como principal objetivo promover ações de incentivo e divulgação da arte fotográfica em todos os seus aspectos e modalidades. Foi fundado no dia 10 de maio de 2012 e pretende congregar os interessados na arte fotográfica para a troca de experiências e também para realizar eventos, mostras, saídas fotográficas, workshops e cursos relacionados ao tema.


DIRETORIA

Presidente -
Rafael Fernandes Lopes   Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Diretora de Comunicação e Fotografia  
Anna Jessyca Lima de Oliveira   Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Diretor Tesoureiro 
Márcio Robson Cardoso da Silva   Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Diretor de Tecnologia  
Rawide Hícaro de Melo Alves   Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

 

Sobre a Cidade de Campina Grande – PB

A cidade localiza-se no interior do estado da Paraíba, no agreste paraibano, na parte oriental do Planalto da Borborema, na serra do Boturité/Bacamarte. É considerada um dos principais polos industriais da Região Nordeste e o maior polo tecnológico da Paraíba, segundo a revista norte americana Newsweek. Campina Grande foi fundada em 1º de dezembro de 1697, tendo sido elevada à categoria de cidade em 11 de outubro de 1864.

A cidade possui uma agenda cultural variada, destacando-se os festejos de São João, que acontecem durante todo o mês de junho, o Encontro da Nova Consciência, um encontro ecumênico realizado durante o carnaval, além de outras dezenas de eventos.

De acordo com estimativas de 2010, sua população é de 385,276 habitantes, sendo a segunda cidade mais populosa da Paraíba, depois da capital. Campina Grande foi indicada pelo jornal a Gazeta Mercantil, como a cidade mais dinâmica do nordeste e 6ª cidade mais dinâmica do Brasil.

Herdeira da cultura nordestina, Campina Grande luta por manter vivo o rico patrimônio representado pelas manifestações culturais e populares dessa região. A quadrilha junina, o pastoril, as danças folclóricas, o artesanato, etc., são alguns exemplos de manifestações da cultura popular que ainda encontram lugar na cidade.

Historicamente, Campina Grande teve, e continua tendo, papel destacado como polo disseminador da arte dos mais destacados artistas arraigados na cultura popular nordestina, a exemplo dos "cantadores de viola", "emboladores de coco", poetas populares em geral. Especialmente na música, é inegável a importância desta cidade na divulgação de artistas do quilate de Luiz Gonzaga, Rosil Cavalcante, Jackson do Pandeiro, Zé Calixto, dentre muitos, e até pelo surgimento de outros tantos como Marinês, Elba Ramalho, etc.

Eventos como "O Maior São João do Mundo", Festival de Violeiros, "Canta Nordeste", as vaquejadas que se realizam na cidade, além de programações específicas das emissoras de rádio campinenses, contribuem fortemente para a preservação da cultura regional. Texto do Fotoclube Ariús.

Banner